-- PUBLICIDADE --

O programa Minha Casa Minha Vida foi criado com o objetivo de ajudar as famílias com rendas entre R$ 1,8 mil até R$ 7 mil a fazerem a compra de um imóvel próprio. Afinal, em 2008, o Brasil tinha um déficit habitacional muito grande. Dessa maneira, com o surgimento desse programa, se tornou possível oferecer um bom financiamento, com taxas de juros atrativas, para aqueles que não podem pagar por uma residência própria assim tão facilmente.

SIMULADOR MINHA CASA MINHA VIDA ✔
 

-- PUBLICIDADE --

No entanto, apesar de ser um programa conhecimento, há muitas dúvidas ainda sobre como funciona o Minha Casa Minha Vida e para saná-las abaixo você encontra todas as informações.

Como Funciona o Minha Casa Minha Vida?

O Minha Casa Minha Vida funciona como uma modalidade alternativa para quem deseja comprar um imóvel, mas com financiamento diferente daqueles que são ofertados pelas imobiliárias.

-- PUBLICIDADE --

Assim, as parcerias entre órgãos responsáveis por tornar o programa real, como a Caixa Econômica Federal, e as construtoras, garantem uma melhor condição, com juros mais baixos, além de parcelas atrativas e que realmente caibam no seu bolso.

Inclusive, nesse programa, há um tempo bem maior para que seja quitado o imóvel também.

Desse modo, a compra da casa ou apartamento pode ser feita em uma área urbana e rural, como você desejar, e as negociações estão relacionadas aos estados federativos, municípios e até mesmo entidades que não possuem fins lucrativos.

Quem tem direito ao Minha Casa Minha Vida?

Agora que você entende como o programa funciona, é importante compreender que ele tem 4 faixas de renda que delegam os benefícios para a compra da casa ou apartamento.

Então, elas são divididas da seguinte maneira:

Faixa 1 – renda de até R$ 1.800,00

Grande parte do financiamento fica de responsabilidade do Governo e as parcelas vão entre R$ 80,00 até R$ 270,00.

Faixa 2 – renda de até R$ 2.600,00

O governo pode oferecer um subsidio de até R$ 47,5 mil com juros de 5%;

Faixa 3 – renda de até R$ 4.000,00

Nesse caso, as taxas por ano são de 5,5% a 7% e o governo oferece até R$ 29 mil.

Faixa 4 – renda de até R$ 7.000,00

Juros de 8,16% ao ano e nesse caso é possível usar o FGTS para contemplar o valor.

Assim sendo, quem tem direito ao Minha Casa Minha Vida são:

  • Famílias que tenham renda de até R$ 7 mil por mês;
  • Não pode ter outro imóvel no seu nome;
  • Não pode ser funcionário da Caixa Econômica Federal.

VEJA QUAL O VALOR MENSAL, AQUI! ✔

Como realizar a Inscrição no Minha Casa Minha Vida?

A inscrição depende da faixa em que a família se encaixa. Confira!

Faixa 1:

  • É preciso comparecer a prefeitura com os documentos para que seja realizado o registro.

Demais faixa

Basta escolher a casa ou apartamento, entrar em contato com a construtora e buscar pelo financiamento na Caixa Econômica Federal ou Banco do Brasil, ficando ao seu critério a escolha.

Afinal de contas, o banco é que fica responsável por fazer a análise de crédito nesses casos.

-- PUBLICIDADE --

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui